Image1

Guia de Introdução 7.0

Capítulo 1
Introdução ao LibreOffice

Copyright

Este documento é Copyright ©2021 pela Equipe de Documentação do LibreOffice. Os contribuintes estão listados abaixo: Você pode distribuí-lo e / ou modificá-lo sob os termos da GNU General Public License ( http://www.gnu.org/licenses/gpl.html ), versão 3 ou posterior, ou a Creative Commons Attribution License ( http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ ), versão 4.0 ou posterior.

Todas as marcas comerciais dentro desse guia pertencem aos seus respectivos donos.

Contribuições

Este livro foi adaptado e atualizado a partir do Guia de Introdução do LibreOffice 6.4

Para esta edição

Jean Hollis Weber

Kees Kriek

Peter Schofield

Dave Barton

Felipe Viggiano

Rafael Lima

Colleen Hayes

Rob Westein

Winston Min Tjong

Leo Moons

 

 

Edições anteriores

Andrew Jensen

Amanda Labby

Cathy Crumbley

Dan Lewis

Dave Barton

Jean Hollis Weber

Jorge Rodriguez

Olivier Hallot

Paul Figueiredo

Peter Schofield

John A Smith

Martin Saffron

Steve Schwettman

Dave Barton

Hazel Russman

Ron Faile Jr.

Kevin O’Brien

Magnus Adielsson

Iain Roberts

JiHui Choi

Regina Henschel

Laurent Balland-Poirier

Christian Kühl

Florian Reisinger

Gisbert Friege (Dmaths)

Jochen Schiffers

Frédéric Parrenin

Bernard Siaud

Miklos Vajna

Valerii Goncharuk

Andrew Pitonyak

Claire Wood

Pulkit Krishna

Roman Kuznetsov

Steve Fanning

 

Tradutores e Revisores

Raul Pacheco da Silva

Olivier Hallot

Felipe Viggiano

Vera Cavalcante

Túlio Macedo

Chrystina Pelizer

Flávio Schefer

Timothy Brennan Jr.

Jackson Cavalcanti Jr.

Comentários e sugestões

Encaminhe quaisquer comentários ou sugestões sobre este documento para a lista de correio da Equipe de Documentação: docs@pt-br.libreoffice.org

Nota

Tudo o que é enviado para uma lista de correio, incluindo seu endereço de e-mail e qualquer outra informação pessoal escrita na mensagem, é arquivado publicamente e não pode ser excluído.

Data de publicação e versão do software

Publicado em Abril de 2021. Baseado no LibreOffice 7.0.

O que é o LibreOffice?

O LibreOffice é um pacote de produtividade de escritório totalmente disponível gratuitamente. Seu formato de arquivo nativo é Open Document Format (ODF), um formato de padrão aberto que está sendo adotado por governos em todo o mundo como um formato de arquivo obrigatório para a publicação e aceitação de documentos. O LibreOffice também pode abrir e salvar documentos em muitos outros formatos, incluindo aqueles usados por várias versões do Microsoft Office.

O LibreOffice inclui os seguintes componentes.

Writer (processador de texto)

Writer é uma ferramenta rica em recursos para a criação de cartas, livros, relatórios, boletins informativos, brochuras e outros documentos. Você pode inserir gráficos e objetos de outros componentes nos documentos do Writer. O Writer pode exportar arquivos para HTML, XHTML, XML, Adobe Portable Document Format (PDF), ePub e várias versões de arquivos do Microsoft Word. Ele também se conecta ao seu cliente de e-mail.

Calc (documento de planilha)

O Calc tem todos os recursos avançados de análise, gráficos e tomada de decisões esperadas de um documento de planilha de última geração. Inclui mais de 500 funções para operações financeiras, estatísticas e matemáticas, entre outras. O Gerenciador de cenário fornece uma análise “e se”. O Calc gera gráficos 2D e 3D, que podem ser integrados a outros documentos do LibreOffice. Também pode abrir e trabalhar com pastas de trabalho do Microsoft Excel e salvá-las no formato Excel. O Calc também pode exportar documentos de planilha em vários formatos, incluindo, por exemplo, Comma Separated Value (CSV), Adobe PDF e formatos HTML.

Impress (apresentações)

O Impress fornece todas as ferramentas comuns de apresentação de multimídia, como efeitos especiais, animação e ferramentas de desenho. Ele é integrado com os recursos gráficos avançados dos componentes LibreOffice Draw e Math. As apresentações de slides podem ser aprimoradas usando texto de efeitos especiais Fontwork, bem como clipes de som e vídeo. O Impress pode abrir, editar e salvar apresentações do Microsoft PowerPoint e também salvar seu trabalho em vários formatos gráficos.

Draw (gráficos vetoriais)

O Draw é uma ferramenta de desenho vetorial que pode produzir tudo, desde simples diagramas ou fluxogramas até arte 3D. Seu recurso Conectores inteligentes permite que se defina seus próprios pontos de conexão. Pode-se usar o Draw para criar desenhos para usar em qualquer um dos componentes do LibreOffice e pode criar seu próprio clipart e adicioná-lo à Galeria. O Draw pode importar gráficos de muitos formatos comuns e salvá-los em muitos formatos, incluindo PNG, GIF, JPEG, BMP, TIFF, SVG, HTML e PDF.

Base (banco de dados)

O Base fornece ferramentas para o trabalho diário de banco de dados em uma interface simples. Ele pode criar e editar formulários, relatórios, consultas, tabelas, visualizações e relações, de forma que o gerenciamento de um banco de dados relacional seja o mesmo que em outros aplicativos de banco de dados populares. O Base fornece muitos recursos novos, como a capacidade de analisar e editar relacionamentos a partir de uma visualização de diagrama. O Base incorpora dois motores de banco de dados relacionais, HSQLDB e Firebird. Ele também pode usar PostgreSQL, dBASE, Microsoft Access, MySQL, Oracle ou qualquer banco de dados compatível com ODBC ou JDBC. O Base também oferece suporte para um subconjunto de ANSI-92 SQL.

Math (editor de fórmula)

O Math é o editor de fórmula ou equação do LibreOffice. Pode-se usá-lo para criar equações complexas que incluem símbolos ou caracteres não disponíveis em conjuntos de fontes padrão. Embora seja mais comumente usado para criar fórmulas em outros documentos, como arquivos do Writer e do Impress, o Math também pode funcionar como uma ferramenta independente. Pode-se salvar fórmulas no formato padrão Mathematical Markup Language (MathML) para inclusão em páginas da web e outros documentos não criados pelo LibreOffice.

Vantagens do LibreOffice

Aqui estão algumas das vantagens do LibreOffice sobre outros pacotes de escritório:

Leia mais sobre o LibreOffice e a The Document Foundation em seus sites em

https://pt-br.libreoffice.org/ ou https://www.documentfoundation.org/.

Requisitos mínimos

O LibreOffice 7.0 requer um dos seguintes sistemas operacionais:

Alguns recursos do LibreOffice (assistentes e o mecanismo de banco de dados HSQLDB) requerem que o Java Runtime Environment (JRE) (ou, para macOS, o Java Development Kit (JDK)) esteja instalado em seu computador. Embora o LibreOffice funcione sem suporte a Java, alguns recursos não estarão disponíveis.

O Java está disponível gratuitamente. Mais informações e links para download da edição apropriada para seu sistema operacional podem ser encontrados em: https://java.com/en/download/manual.jsp

Nota

Se desejar usar os recursos do LibreOffice que requerem Java, é importante que a edição correta de 32 ou 64 bits corresponda à versão instalada do LibreOffice. Consulte as Opções avançadas no Capítulo 2 deste guia.

Para uma lista mais detalhada dos requisitos de hardware e software, consulte o site do LibreOffice,
https://pt-br.libreoffice.org/ajuda/requisitos-dos-sistemas/.

Como obter o software

As versões do LibreOffice para Windows, Linux e macOS podem ser baixadas gratuitamente em https://pt-br.libreoffice.org/baixe-ja/libreoffice-novo/. Também pode-se baixar o software usando um cliente ponto a ponto, como BitTorrent, no mesmo endereço.

Os usuários do Linux também encontrarão o LibreOffice incluído em muitas das distribuições Linux mais recentes; Ubuntu é apenas um exemplo.

Os usuários do macOS também podem obter duas versões do LibreOffice na App Store por uma pequena taxa: LibreOffice Vanilla e Collabora Office (uma versão pronta para empresas).

Os usuários do Windows também podem obter o LibreOffice Vanilla na Microsoft Store por uma pequena taxa.

Como instalar o software

Informações sobre como instalar e configurar o LibreOffice nos vários sistemas operacionais suportados são fornecidas aqui: https://pt-br.libreoffice.org/ajuda/instrucoes-de-instalacao/.

Extensões e Add-ons

Extensões e Add-ons estão disponíveis para aprimorar o LibreOffice. Várias extensões são instaladas com o programa e pode-se obter outras no repositório oficial de extensões, https://extensions.libreoffice.org/. Veja o Capítulo 14, Personalizar o LibreOffice, para mais informações sobre a instalação de extensões e add-ons.

Iniciar o LibreOffice

Em geral, inicia-se o LibreOffice da mesma forma que se inicia qualquer outro programa em seu computador.

No Windows e no Linux, as entradas do LibreOffice e cada um de seus componentes aparecem no menu do sistema de seu computador. No macOS, apenas uma entrada para o LibreOffice é adicionada ao menu Aplicativos. Pode-se criar um ícone na área de trabalho para o LibreOffice ou um componente da mesma forma que pode criar um ícone na área de trabalho para qualquer outro programa; consulte a ajuda do seu sistema operacional para saber como fazer isso.

Clicar na entrada do menu LibreOffice, ícone da área de trabalho ou bloco abre a Central de inicialização do LibreOffice (Figura 1) de onde é possível selecionar os componentes individuais do LibreOffice. Também pode-se escolher abrir um arquivo existente ou usar um modelo. As miniaturas na Central de inicialização incluem um ícone que mostra o tipo de arquivo (texto, planilha, desenho, apresentação e fórmula).

Figura 1: Central de inicialização do LibreOffice

Figura1

Abrir um documento existente antes de iniciar o LibreOffice

Pode-se iniciar o LibreOffice clicando duas vezes no nome do arquivo de um documento ODF na área de trabalho ou em um gerenciador de arquivos como o Windows Explorer ou o MacOS Finder. O componente apropriado do LibreOffice será iniciado e o documento será carregado.

Também pode-se abrir arquivos armazenados em servidores remotos que executam Content Management Interoperability Services (CMIS). CMIS, assim como o OpenDocument Format, é um padrão OASIS. Ao usar servidores CMIS, o serviço solicitará as credenciais necessárias para acessar o arquivo.

Se não tiver o Microsoft Office instalado em seu computador, ou se o Microsoft Office estiver instalado, mas associou-se tipos de arquivo do Microsoft Office ao LibreOffice, quando clicar duas vezes nos seguintes arquivos, eles serão abertos no LibreOffice:

Se não associou os tipos de arquivo e o Microsoft Office está instalado no seu computador, quando clicar duas vezes em um arquivo do Microsoft Office, ele será aberto usando o componente apropriado do Microsoft Office.

Para obter mais informações sobre como abrir arquivos, consulte “Abrir documentos existentes”, abaixo.

Partes da janela principal

A janela principal é semelhante para cada componente do LibreOffice, embora alguns detalhes variem. Consulte os capítulos relevantes neste guia sobre Writer, Calc, Draw, Impress, Base e Math para descrições desses detalhes.

Os recursos comuns incluem a barra de menus, a barra de ferramentas padrão e a barra de ferramentas de formatação (somente Writer e Calc) na parte superior da janela e a barra de status na parte inferior.

Barra de menus

A barra de menus está localizada na parte superior da janela do LibreOffice, logo abaixo da barra de título. Quando você seleciona um dos menus listados abaixo, um submenu desce para mostrar os comandos. Abaixo está o caso do Writer:

Barra de ferramentas

O LibreOffice possui dois tipos de barras de ferramentas: encaixadas (fixas no lugar) e flutuantes. Barras de ferramentas encaixadas podem ser movidas para locais diferentes ou feitas para flutuar, e barras de ferramentas flutuantes podem ser encaixadas.

Em uma instalação padrão do LibreOffice, a barra de ferramentas encaixada superior, logo abaixo da barra de menus, é chamada de barra de ferramentas Padrão. É consistente em todos os aplicativos do LibreOffice.

A segunda barra de ferramentas na parte superior do Writer e Calc, em uma instalação padrão do LibreOffice, é a barra de formatação. É sensível ao contexto; ou seja, mostra as ferramentas relevantes para a posição atual do cursor ou do objeto selecionado. Por exemplo, quando o cursor está sobre um gráfico, a barra de formatação fornece ferramentas para formatar gráficos; quando o cursor está no texto, as ferramentas são para formatar o texto.

Em alguns casos, é conveniente reduzir o número de barras de ferramentas exibidas e obter mais espaço para o documento. O LibreOffice oferece uma alternativa de barra de ferramentas única para a configuração padrão de barra de ferramentas dupla. Ele contém os comandos mais usados. Para ativá-lo, vá em Exibir > Barra de ferramentas > Padrão (modo único).

Outras variações incluem Em abas e Barra agrupada compacta, ambos acessados em Exibir > Interface do usuário. Fornecem uma coleção de ferramentas na parte superior da área de trabalho, agrupadas de várias maneiras que podem ser familiares aos usuários do Microsoft Office (a “ribbon”).

Exibir ou ocultar barras de ferramentas

Para exibir ou ocultar as barras de ferramentas em uma configuração padrão, vá para Exibir > Barras de ferramentas na barra de menus e, a seguir, clique no nome de uma barra de ferramentas do submenu. Uma barra de ferramentas ativa mostra uma marca de seleção ao lado de seu nome. Barras de ferramentas criadas a partir de paletas de ferramentas não são listadas no menu Exibir.

Para fechar uma barra de ferramentas, vá para Exibir > Barras de ferramentas na barra de menus e desmarque-a, ou clique com o botão direito em um espaço vazio entre os ícones de uma barra de ferramentas e selecione Fechar a barra de ferramentas no menu de contexto.

Submenus e paletas de ferramentas

Os ícones da barra de ferramentas com um pequeno triângulo à direita exibirão submenus, paletas de ferramentas e métodos alternativos de seleção de itens, dependendo do ícone.

Figura 2 : Exemplo de desencaixar uma paleta de ferramentas

Figura2

As paletas de ferramentas podem ser transformadas em uma barra de ferramentas flutuante. A Figura 2 mostra um exemplo de uma paleta de ferramentas da barra de ferramentas Desenho transformada em uma barra de ferramentas flutuante. Veja "Mover barras de ferramentas” e “Barras de Ferramentas flutuantes” para obter mais informações sobre como mover e flutuar essas barras de ferramentas criadas a partir de paletas de ferramentas.

Mover barras de ferramentas

As barras de ferramentas encaixadas podem ser desencaixadas e movidas para uma nova posição e encaixadas ou deixadas como uma barra de ferramentas flutuante.

  1. Mova o cursor do mouse sobre a alça da barra de ferramentas, que é a pequena barra vertical à esquerda de uma barra de ferramentas encaixada e destacada na Figura 3.

  2. Mantenha pressionado o botão esquerdo do mouse e arraste a barra de ferramentas para o novo local. A barra de ferramentas pode ser encaixada em uma nova posição na parte superior, lateral ou inferior da janela principal, ou à esquerda como uma barra de ferramentas flutuante.

  3. Solte o botão do mouse.

Para mover uma barra de ferramentas flutuante, clique em sua barra de título e arraste-a para um novo local flutuante ou encaixe a barra de ferramentas na parte superior ou inferior da janela principal.

Figura 3: Alças da barra de ferramentas

Figura3

Barras de Ferramentas flutuantes

O LibreOffice inclui várias barras de ferramentas adicionais, cujas configurações padrão as fazem aparecer como barras de ferramentas flutuantes em resposta à posição atual do cursor ou seleção. Encaixe essas barras de ferramentas na parte superior ou inferior da janela principal, ou reposicione-as na tela do computador (consulte “Barras de Ferramentas flutuantes”, acima).

Algumas dessas barras de ferramentas adicionais são sensíveis ao contexto e aparecerão automaticamente dependendo da posição do cursor. Por exemplo, quando o cursor está em uma tabela, uma barra de ferramentas Tabela aparece, e quando o cursor está em uma lista numerada ou com marcadores, a barra de ferramentas Marcadores e numeração é exibida.

Personalizar barras de ferramentas

É possível personalizar as barras de ferramentas de várias maneiras, incluindo escolher quais ícones são visíveis e bloquear a posição de uma barra de ferramentas encaixada. Também pode-se adicionar ícones e criar barras de ferramentas, conforme descrito no Capítulo 14, Personalizar o LibreOffice. Para acessar as opções de personalização de uma barra de ferramentas, clique com o botão direito em um espaço vazio entre os ícones da barra de ferramentas para abrir um menu de contexto da seguinte forma:

Figura 4: Seleção de ícones visíveis da barra de ferramentas

Figura9

Menus de contexto

Os menus de contexto fornecem acesso rápido a muitas funções do menu. Eles são abertos ao clicar com o botão direito em um parágrafo, gráfico ou outro objeto. Quando um menu de contexto é aberto, as funções ou opções disponíveis dependem do objeto que foi selecionado. Um menu de contexto pode ser a maneira mais fácil de acessar uma função, especialmente se não tiver certeza de onde a função está localizada nos menus ou nas barras de ferramentas. Os menus de contexto podem exibir um atalho de teclado aplicável se um tiver sido definido; pode-se ativar ou desativar essa visibilidade em Ferramentas > Opções > LibreOffice > Exibir > Visibilidade e na seção Atalho selecione Mostrar.

Figura 5 : Atalhos de teclado em menus de contexto

Figura14

Barra de status

A barra de status está localizada na parte inferior da área de trabalho. Ela fornece informações sobre o documento e maneiras convenientes de alterar alguns recursos rapidamente. É semelhante no Writer, Calc, Impress e Draw, mas cada componente do LibreOffice inclui alguns itens específicos do componente. Um exemplo da barra de status do Writer é mostrado na Figura 6.

Figura 6: Exemplo de barra de status do Writer

Figura10

Número da página, planilha ou slide e contagem de páginas

Mostra o número da página, planilha ou slide atual e o número total de páginas, planilhas ou slides no documento. Clique neste campo para abrir a caixa de diálogo Ir para a página. Outros usos deste campo dependem do componente LibreOffice.

Contagem de palavras e caracteres

Mostra o número total de palavras e caracteres no documento ou na seleção.

Estilo de página ou design de slide

Mostra o estilo da página atual ou o design do slide. Para editar o estilo da página atual ou o design do slide, clique duas vezes neste campo. Para escolher um estilo de página ou design de slide diferente, clique com o botão direito neste campo e selecione na lista que aparece.

Idioma

Mostra o idioma atual do texto na posição atual do cursor.

Modo de inserção

Mostra o tipo de modo de inserção em que o programa está. Este campo ficará em branco se o programa estiver no modo Inserir. Cada vez que a tecla Insert é pressionada, ou este campo é clicado, o modo alterna entre Inserir e Sobrescrever.

Modo de seleção

Clique para escolher diferentes modos de seleção. O ícone não muda, mas quando se passa o ponteiro do mouse sobre este campo, uma dica de ferramenta indica qual modo está ativo.

Alterações não salvas

O ícone mostrado aqui é diferente quando as alterações no documento não foram salvas.

Assinatura eletrônica

Se o documento foi assinado digitalmente, um ícone é exibido aqui. Pode-se clicar no ícone para assinar o documento ou para ver o certificado existente.

Informação do objeto

Exibe informações relevantes para a posição do cursor ou o elemento selecionado do documento.

Visualização de leiaute

Selecione entre visualização Página individual, Exibição de múltiplas páginas e Exibição de livro para alterar a forma como o documento é exibido.

Controle deslizante de zoom

Arraste o controle deslizante de Zoom ou clique nos sinais + e – para alterar a ampliação da visualização do seu documento.

Fator de zoom

Indica o nível de ampliação do documento. Clique com o botão direito do mouse no valor percentual para abrir uma lista de valores de ampliação para escolher. Clicar neste valor percentual abre a caixa de diálogo Zoom e leiaute.

Barra lateral

Para ativar a barra lateral, selecione Exibir > Barra Lateral na barra de menus. A Barra Lateral (Figura 7) está localizada no lado direito das visualizações de edição do Writer, Calc, Impress e Draw. Ela contém um ou mais painéis, com base no contexto do documento atual. O painel é organizado em caixas. Uma barra de guias no lado direito da barra lateral permite que se alterne entre diferentes painéis.

Todos os quatro componentes do LibreOffice contêm os painéis Propriedades, Estilos, Galeria e Navegador. Alguns componentes possuem painéis adicionais, como Página para Gravador; Slides mestres, Animação e transição de slides para o Impress; Formas para o Draw e Funções para o Calc.

Um painel é como uma combinação de uma barra de ferramentas e uma caixa diálogo. Por exemplo, pode-se misturar livremente o trabalho na janela principal de edição para inserir texto e usar o painel Propriedades na barra lateral para alterar os atributos do texto.

As barras de ferramentas e os painéis da barra lateral compartilham muitas funções. Por exemplo, os botões para colocar o texto em negrito ou itálico existem na barra de ferramentas Formatação e no painel Propriedades.

Para obter mais detalhes, consulte a explicação da barra lateral no guia do Usuário do componente relevante do LibreOffice.

Para ocultar a barra lateral, clique no botão cinza ocultar à esquerda. Clique no mesmo botão para Mostrar a barra lateral novamente.

Para desencaixar a Barra lateral e torná-la flutuante, e para encaixar uma Barra lateral flutuante, use a lista suspensa de configurações da barra lateral no topo da barra de guias (veja a Figura 8). Na mesma lista, escolha quais itens mostrar na barra lateral.

Figura 7: Painel Propriedades da barra lateral no Writer

Figura11

Figura 8: Flutuar (desencaixar) ou encaixar a barra lateral

Figura4

Iniciar novos documentos

Pode-se iniciar um novo documento em branco no LibreOffice de várias maneiras.

Quando o LibreOffice está em execução, mas nenhum documento está aberto, a Central de inicialização (Figura 1, acima) é mostrada. Clique em um dos ícones para abrir um novo documento desse tipo ou clique no ícone Modelos para iniciar um novo documento usando um modelo.

Também pode-se iniciar um novo documento de uma das seguintes maneiras:

Nota

Se todos os documentos forem fechados sem sair do LibreOffice, a Central de inicialização será exibida.

Abrir documentos existentes

Um documento existente pode ser aberto de uma das seguintes maneiras:

Ao usar a caixa de diálogo Abrir, navegue até a pasta desejada, selecione o arquivo desejado e clique em Abrir. Se um documento já estiver aberto no LibreOffice, o segundo documento será aberto em uma nova janela.

Na caixa de diálogo Abrir, pode-se reduzir a lista de arquivos selecionando o tipo de arquivo que está procurando. Por exemplo, se escolher Documentos de texto como o tipo de arquivo, verá apenas os documentos que o Writer pode abrir (incluindo .odt, .doc, .txt); se escolher Planilhas, verá .ods, .xls e outros arquivos que o Calc abre.

Abra um documento existente em um formato que o LibreOffice reconheça, clicando duas vezes no ícone do arquivo na área de trabalho ou em um gerenciador de arquivos como o Windows Explorer. O LibreOffice deve ser associado a tipos de arquivo que não são arquivos ODF para serem abertos pelo componente apropriado do LibreOffice.

Nota

Ao abrir arquivos armazenados em um servidor remoto, pode ser solicitado que insira seu nome de usuário e senha para fazer login no servidor.

Salvar documentos

Pode-se salvar documentos da seguinte forma:

Salvar

Para salvar um documento se estiver mantendo o nome do arquivo e o local atual do documento, siga um destes procedimentos:

Usar o comando Salvar substituirá imediatamente a última versão salva do arquivo.

Salvar como

Figura 9: Exemplo da caixa de diálogo Salvar como do LibreOffice

Figura12

Se deseja criar um arquivo de documento, altere o nome do arquivo e/ou formato do arquivo ou salve o arquivo em um local diferente no seu computador:

Quando a caixa de diálogo Salvar como (Figura 9) ou a caixa de diálogo Salvar é aberta, insira o nome do arquivo, altere o tipo de arquivo (se aplicável), navegue para um novo local (se aplicável) e clique em Salvar.

Proteção por senha

Para restringir quem pode abrir e ler um documento ou abrir e editar o documento, use a proteção por senha.

  1. Usando o comando Salvar como acima, selecione a opção Salvar com senha na caixa de diálogo Salvar como ou na caixa de diálogo Salvar.

  2. Clique Salvar e a caixa de diálogo Definir senha é aberta (Figura 10)

  3. Na seção Senha de criptografia de arquivo, insira uma senha para abrir o documento e, em seguida, insira a mesma senha de confirmação.

  4. Para restringir quem pode editar o documento, clique Opções.

  5. Na seção Senha de compartilhamento de arquivo, selecione Abrir arquivo somente leitura, insira uma senha para permitir a edição e, em seguida, insira a mesma senha de confirmação.

  6. Clique em OK e a caixa de diálogo fecha. Se as senhas corresponderem, o documento será salvo protegido por senha. Se as senhas não corresponderem, será exibido uma mensagem de erro.

Figura 10: Caixa de diálogo Definir senha

Figura13

Cuidado

O LibreOffice usa um mecanismo de criptografia muito forte que torna quase impossível recuperar o conteúdo de um documento se perder ou esquecer a senha.

Alterar a senha

Quando um documento é protegido por senha, é possível alterar a senha enquanto o documento está aberto. Vá em Arquivo > Propriedades > Geral na barra de menus e clique no botão Alterar senha. Isso abre a caixa de diálogo Definir senha, onde pode-se inserir uma nova senha.

Salvar documentos automaticamente

O LibreOffice pode salvar arquivos automaticamente como parte do recurso Autorrecuperação. O salvamento automático, assim como o salvamento manual, substitui o último estado salvo do arquivo.

Para configurar o salvamento automático de arquivos:

  1. Vá em Ferramentas > Opções > Carregar/Salvar > Geral na barra de menus.

  2. Selecione Salvar informações de Autorrecuperação a cada e defina o intervalo de tempo.

  3. Clique em OK.

Abrir e salvar arquivos em servidores remotos

O LibreOffice pode abrir e salvar arquivos armazenados em servidores remotos. Manter arquivos em servidores remotos permite que se trabalhe com os documentos usando diferentes computadores. Por exemplo, pode-se trabalhar em um documento no escritório durante o dia e editá-lo em casa para alterações de última hora. Armazenar arquivos em um servidor remoto também faz backup de documentos de perda do computador ou falha do disco rígido. Alguns servidores também podem fazer verificação de entrada e verificação de saída de arquivos, controlando assim seu uso e acesso.

O LibreOffice suporta muitos servidores de documentos que usam protocolos de rede bem conhecidos, como FTP, WebDav, compartilhamento do Windows e SSH. Ele também oferece suporte a serviços populares como Google Drive e Microsoft OneDrive, bem como servidores comerciais e de código aberto que implementam o padrão OASIS CMIS.

Para habilitar uma conexão de servidor remoto, use um destes métodos:

Na caixa de diálogo Arquivos remotos (Figura 12), clique no botão Gerenciar serviços/Adicionar serviço no canto superior direito para abrir a caixa de diálogo Serviços de arquivo (Figura 11). Dependendo do tipo de serviço de arquivo que se escolher na caixa de listagem Tipo, parâmetros diferentes são necessários para qualificar totalmente a conexão com o servidor remoto.

Figura 11: Configuração do servidor remoto com protocole WebDav

Figura5

Assim que a conexão for definida, clique em OK para se conectar. A caixa de diálogo ficará esmaecida até que a conexão seja estabelecida com o servidor. Uma caixa de diálogo solicitando o nome de usuário e a senha pode aparecer para permitir que se faça login no servidor. Continue inserindo suas credenciais.

A caixa de diálogo Arquivos remotos (Figura 12) que então aparece tem muitas partes. A caixa de listagem superior contém a lista de servidores remotos que se definiu anteriormente. A linha abaixo da caixa de listagem mostra o caminho para acessar a pasta. À esquerda está a estrutura de pastas do espaço do usuário no servidor. O painel principal exibe os arquivos na pasta remota. Clique no botão Abrir ou Salvar para continuar.

Figura 12: Caixa de diálogo Arquivos remotos quando conectado a um servidor

Figura6

O Navegador

O Navegador LibreOffice lista os objetos contidos em um documento, agrupados em categorias. Por exemplo, no Writer ele mostra títulos, tabelas, quadros, comentários, imagens, marcadores e outros itens, como mostra a Figura 13. No Calc, ele mostra Planilhas, Nomes de intervalos, Intervalos de banco de dados, Figuras, Objetos OLE e outros itens. No Impress e no Draw, ele mostra Slides, Páginas e outros itens.

Para abrir o Navegador, pressione a tecla F5, ou vá em Exibir > Navegador na barra de menus ou clique no ícone Navegador na barra lateral.

Clique no marcador (+ ou triângulo) em qualquer uma das categorias para exibir a lista de objetos nessa categoria.

O Navegador oferece várias maneiras convenientes de avançar por um documento e encontrar itens nele:

Figura 13: Navegador no Writer

Figura7

Desfazer e refazer alterações

Para desfazer a alteração não salva mais recente em um documento, use o atalho de teclado Ctrl+Z ou clique no ícone Desfazer na barra de ferramentas padrão ou vá em Editar > Desfazer na barra de menus. Clique no pequeno triângulo à direita do ícone Desfazer para obter uma lista de todas as alterações que podem ser desfeitas. Pode-se selecionar várias alterações e desfazê-las ao mesmo tempo.

Depois que as alterações foram desfeitas, pode-se refazer as alterações. Para refazer uma alteração, use o atalho do teclado Ctrl+Y ou clique no ícone Refazer ou vá em Editar > Refazer na barra de menus. Assim como desfazer, clique no triângulo à direita do ícone Refazer para obter uma lista das alterações que podem ser reaplicadas.

Para repetir o último comando aplicado ao seu documento, use o atalho Ctrl+Shift+Y ou vá em Editar > Repetir na barra de menus. Isso pode salvar vários cliques de navegação de menu ou atalhos de teclados repetitivos, especialmente quando o comando é obtido de um menu secundário.

Recarregar um documento

Recarregar é útil em duas situações.

Para recarregar um documento, vá em Arquivo > Recarregar na barra de menus. Se fez alterações em um arquivo desde o último salvamento, uma caixa de diálogo de confirmação irá avisá-lo de que recarregar descartará suas últimas alterações. Escolha se deseja salvar ou descartar as alterações.

Ao recarregar o documento, a caixa de diálogo Arquivo não abre, porque o arquivo já está selecionado.

Propriedades do documento

Para abrir a caixa de diálogo Propriedades para um documento, vá em Arquivo > Propriedades na barra de menus. A caixa de diálogo Propriedades fornece informações sobre o documento e permite definir algumas de suas propriedades. A caixa de diálogo e suas guias são descritas a seguir.

Geral

Contém informações básicas sobre o arquivo atual: nome e tipo do arquivo; local de armazenamento; tamanho do arquivo; data, hora e autor da criação e última modificação do arquivo; modelo usado para criar o arquivo; data, hora e autor da assinatura digital; data, hora e nome do usuário quando o arquivo foi impresso pela última vez; tempo total de edição; e número de revisão.

Controles disponíveis:

Descrição

Contém informações descritivas editáveis opcionais sobre o documento, que podem ser exportadas como metadados para outros formatos de arquivo.

Propriedades personalizadas

Use esta aba para atribuir campos de informações personalizadas ao documento. Em um novo documento, esta página pode estar em branco. Se o novo documento for baseado em um modelo, esta página pode conter campos. Pode-se alterar o nome, tipo e conteúdo de cada linha. As informações nos campos serão exportadas como metadados para outros formatos de arquivo.

Clique em Adicionar propriedade para adicionar uma nova propriedade customizada. Clique Redefinir para excluir todas as propriedades personalizadas.

Propriedades CMIS

Usado para documentos armazenados em servidores remotos; não mostrado de outra forma. Consulte a Ajuda para obter mais informações.

Segurança

Ativa duas opções de segurança protegidas por senha.

Fontes

Quando Incorporar fontes no documento estiver selecionado, todas as fontes usadas no documento serão incorporadas ao documento quando ele for salvo. Isso pode ser útil se estiver criando um PDF e quiser controlar sua aparência em outros sistemas de computador.

Somente incorpore fontes usadas nos documentos – Se as fontes foram definidas para o documento (por exemplo, no modelo), mas não foram usadas, selecione esta opção para não incorporá-las.

Scripts de fontes a incorporar – Pode-se escolher quais tipos de fontes são incorporadas: Latina, Asiática, Complexa.

Estatísticas

Exibe estatísticas para o arquivo atual, como o número de páginas, palavras e caracteres.

Fechar um documento

Se apenas um documento estiver aberto e quiser fechá-lo, vá em Arquivo > Fechar na barra de menus ou clique no X na extremidade direita ou esquerda da barra de menus. No Windows e no Linux, o documento fecha e a Central de inicialização do LibreOffice é aberta. No macOS, o documento fecha e apenas a barra de menus permanece na parte superior da tela.

Se mais de um documento estiver aberto e quiser fechar um deles, vá em Arquivo > Fechar na barra de Menus ou clique no X na extremidade direita ou esquerda da barra de título da janela desse documento.

Se o documento não tiver sido salvo desde a última alteração, uma caixa de mensagem será exibida. Escolha se deseja salvar ou descartar suas alterações.

Cuidado

Não salvar o documento pode resultar na perda de alterações feitas recentemente ou, pior ainda, na perda de todo o arquivo.

Fechar o LibreOffice

Para fechar o LibreOffice completamente, vá em Arquivo > Sair do LibreOffice na barra de menus do Windows e Linux. No macOS, vá em LibreOffice > Sair do LibreOffice na barra de menus.

No Windows e no Linux, quando se fecha o último documento usando o X na barra de título da janela, o LibreOffice fecha completamente. No macOS, é preciso usar LibreOffice > Saia do LibreOffice.

Também pode-se usar um atalho de teclado da seguinte maneira:

Se algum documento não tiver sido salvo desde a última alteração, uma caixa de mensagem será exibida. Escolha se deseja salvar ou descartar suas alterações.

Solução de problemas do LibreOffice em modo de segurança

Pode-se usar o Modo de segurança para ajudar a restaurar uma instância do LibreOffice que foi corrompida e parou de funcionar ou não foi iniciada.

Para acessar o Modo de segurança, siga um destes procedimentos:

Figura 14: Modo de segurança do LibreOffice

Figura8

As opções do Modo de segurança a seguir tornam-se mais radicais de cima para baixo, portanto, é recomendável que as experimente sucessivamente.

Nota

Se não conseguir resolver seu problema usando o Modo de segurança, a guia Avançado fornece instruções sobre como receber ajuda adicional.

Na guia Avançado, também pode-se criar um arquivo .zip do seu perfil de usuário corrompido, que pode então ser enviado para o sistema de rastreamento de erros, onde pode ser investigado pelos desenvolvedores.

No entanto, esteja ciente de que seu perfil de usuário carregado pode conter informações confidenciais, como extensões instaladas, dicionários pessoais e configurações.

Sumário