Image1

Guia de Introdução 7.0

Apêndice B
Código Aberto, Padrões Abertos, Documentos Abertos

Copyright

Este documento é Copyright ©2021 pela Equipe de Documentação do LibreOffice. Os contribuintes estão listados abaixo: Você pode distribuí-lo e / ou modificá-lo sob os termos da GNU General Public License ( http://www.gnu.org/licenses/gpl.html ), versão 3 ou posterior, ou a Creative Commons Attribution License ( http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ ), versão 4.0 ou posterior.

Todas as marcas comerciais dentro desse guia pertencem aos seus respectivos donos.

Contribuições

Este livro foi adaptado e atualizado a partir do Guia de Introdução do LibreOffice 6.4

Para esta edição

Jean Hollis Weber

Kees Kriek

Peter Schofield

Dave Barton

Felipe Viggiano

Rafael Lima

Colleen Hayes

Rob Westein

Winston Min Tjong

Leo Moons

 

 

Edições anteriores

Andrew Jensen

Amanda Labby

Cathy Crumbley

Dan Lewis

Dave Barton

Jean Hollis Weber

Jorge Rodriguez

Olivier Hallot

Paul Figueiredo

Peter Schofield

John A Smith

Martin Saffron

Steve Schwettman

Dave Barton

Hazel Russman

Ron Faile Jr.

Kevin O’Brien

Magnus Adielsson

Iain Roberts

JiHui Choi

Regina Henschel

Laurent Balland-Poirier

Christian Kühl

Florian Reisinger

Gisbert Friege (Dmaths)

Jochen Schiffers

Frédéric Parrenin

Bernard Siaud

Miklos Vajna

Valerii Goncharuk

Andrew Pitonyak

Claire Wood

Pulkit Krishna

Roman Kuznetsov

Steve Fanning

 

Tradutores e Revisores

Raul Pacheco da Silva

Olivier Hallot

Felipe Viggiano

Vera Cavalcante

Túlio Macedo

Chrystina Pelizer

Flávio Schefer

Timothy Brennan Jr.

Jackson Cavalcanti Jr.

Comentários e sugestões

Encaminhe quaisquer comentários ou sugestões sobre este documento para a lista de correio da Equipe de Documentação: docs@pt-br.libreoffice.org

Nota

Tudo o que é enviado para uma lista de correio, incluindo seu endereço de e-mail e qualquer outra informação pessoal escrita na mensagem, é arquivado publicamente e não pode ser excluído.

Data de publicação e versão do software

Publicado em Abril de 2021. Baseado no LibreOffice 7.0.

Introdução

LibreOffice é uma suíte de produtividade que é compatível com outras suítes de escritório maiores e está disponível em uma variedade de plataformas. É um software de código aberto e portanto livre para baixar, usar e distribuir. Se você é novo no LibreOffice, este apêndice fornecerá algumas informações em relação a sua história, sua comunidade e algumas de suas especificações técnicas.

Uma breve história do LibreOffice

O projeto OpenOffice.org iniciou-se quando a Sun Microsystems liberou o código fonte de seu software StarOffice® para a comunidade open source em 13 de outubro de 2000. OpenOffice.org 1.0, o produto, foi liberado em 30 de abril de 2002. Maiores atualizações para o OpenOffice.org incluídas na versão 2.0 em outubro de 2005 e a versão 3.0 em outubro de 2008. Em 26 de janeiro de 2010, a Oracle Corporation adquire a Sun Microsystems.

Em 28 de setembro de 2010, a comunidade de voluntários que desenvolve e promove o OpenOffice.org anuncia uma grande mudança na estrutura do projeto. Após dez anos de crescimento bem-sucedido com a Sun Microsystems como financiador e principal patrocinador, o projeto lançou uma fundação independente chamada The Document Foundation, para cumprir a promessa de independência escrita na carta original. Esta fundação é a pedra angular de um novo ecossistema onde indivíduos e organizações podem contribuir, e se beneficiar da disponibilidade de uma suíte de escritório realmente livre.

Incapaz de adquirir a marca registrada do nome OpenOffice.org da Oracle Corporation, a The Document Foundation nomeou seu produto como LibreOffice. Continuando os números da versão do OpenOffice.org, LibreOffice 3.3 foi lançada em janeiro de 2011. A versão 7.0 foi lançada em agosto de 2020.

Em fevereiro de 2012, a The Document Foundation foi incorporada em Berlim como uma fundação alemã sem fins licrativos. Você pode ler mais sobre a The Document Foundation em: http://www.documentfoundation.org/

A comunidade LibreOffice

A missão da The Document Foundation é:

“...facilitar a evolução da Comunidade OpenOffice.org para uma nova organização de estrutura aberta, independente e meritocrática nos próximos meses. Uma Fundação independente alinha-se melhor aos valores dos nossos contribuidores, usuários e apoiadores, e possibilitará uma Comunidade mais efetiva, eficiente, transparente e inclusiva. Protegeremos os investimentos feitos no passado através da construção nas sólidas bases das conquistas da nossa primeira década e incentivaremos a participação maciça da Comunidade, e coordenaremos as suas atividades.”

Alguns de nossos apoiadores corporativos são a Fundação GNOME, o Google, a Red Hat e a Collabora. Além dessas empresas, mais de 450.000 pessoas, de praticamente todas as partes do mundo, uniram-se a esse projeto com a ideia de criar a melhor suíte de escritório possível, que todos possam utilizar. Essa é a essência de uma comunidade de “código aberto”!

Com sua licença de código aberto, o LibreOffice é a chave para oferecer uma suíte de escritórios que esteja disponível para qualquer pessoa, em qualquer lugar, para uso comercial ou pessoal. O software foi traduzido para muitos idiomas e funciona na maioria dos sistemas operacionais. Novas funcionalidades podem ser acrescentadas através de extensões.

A comunidade do LibreOffice convida contribuidores de todas as áreas, incluindo tradutores, desenvolvedores de software, artistas gráficos, autores técnicos, editores, doadores e pessoas que queiram prestar suporte ao usuário final. Não importa o que se faça de melhor, pode-se fazer a diferença no LibreOffice. A Comunidade opera internacionalmente em todos os fusos horários e em muitos idiomas, conectada através da Internet em www.libreoffice.org e www.documentfoundation.org.

Como o LibreOffice é licenciado?

O LibreOffice é distribuído sob a Licença Pública Mozilla (MPL) 2.0.

Veja em https://pt-br.libreoffice.org/sobre-nos/licencas/ ou

https://www.libreoffice.org/about-us/licenses/

O que é “código aberto”?

Os quatro direitos essenciais do software de código aberto estão incorporados dentro da General Public License (GPL) da Free Software Foundation:

A ideia básica por trás do código aberto e muito simples: Quando os programadores podem ler, redistribuir e modificar uma parte do código-fonte de um software, o software evolui. As pessoas melhoram, adaptam e corrigem “bugs”.

Para mais informações sobre Software Livre e de código aberto, visite estes sites:

Open Source Initiative (OSI): http://www.opensource.org

Free Software Foundation (FSF): http://www.gnu.org

O que são “padrões abertos”?

Um padrão aberto proporciona meios de fazer alguma coisa que é independente de fabricante ou fornecedor, permitindo assim que programas de software concorrentes usem o mesmo formato de arquivo livremente. HTML, XML e ODF são exemplos de padrões abertos para documentos.

Um padrão aberto atende os seguintes requisitos:

O que é OpenDocument?

OpenDocument (ODF) é um formato de arquivo baseado em XML para documentos de escritório (documentos de texto, planilhas, desenhos, apresentação e mais) desenvolvido pela OASIS (http://www.oasis-open.org/who/), uma organização independente de padrões internacionais.

Ao contrário de outros formatos de arquivos, ODF é um padrão aberto. Ele está publicamente disponível, livre de direitos autorais e sem restrições legais ou outras, portanto, arquivos ODF, não estão vinculados a uma suíte de escritório específica e qualquer pessoa pode construir um programa que interprete estes arquivos. Por esta razão ODF está se tornando rapidamente o formato de arquivo preferido por agências governamentais, escolas e outras empresas que preferem não ser tão dependentes de qualquer fornecedor de software.

O LibreOffice salva documentos em Formato Aberto de Documentos (OpenDocument Format) por padrão. O LibreOffice 3 adotava a versão 1.2 do padrão OpenDocument e o LibreOffice 7 utiliza o padrão ODF versão 1.3. O LibreOffice pode, também, abrir e salvar muitos outros formatos de arquivos, como resumido abaixo.

Para uma lista completa de formatos de arquivos que o LibreOffice pode ler e escrever, veja https://en.wikipedia.org/wiki/LibreOffice#Supported_file_formats

Extensões de nomes de arquivos OpenDocument

As extensões de arquivos mais comuns de utilizados para documentos OpenDocument são:

*.odt para processamento de texto

*.ods para planilhas

*.odp para apresentação

*.odb para banco de dados

*.odg para gráficos (desenhos vetoriais)

*.odf para fórmulas (equações matemáticas)

Formatos de arquivos que o LibreOffice pode abrir

O LibreOffice pode abrir uma ampla variedade de formatos de arquivos, além dos formatos OpenDocument, incluindo PDF (Portable Document Format), se um arquivo ODF está embutido no PDF (veja o Capítulo 10 - Imprimir, Exportar e Enviar por e-mail para mais informações).

Abrir documentos de texto

Além dos formatos OpenDocument (.odt, .ott, .oth, .odm e .fodt), o Writer pode abrir os formatos utilizados pelo OpenOffice 1.x (.sxw, .stw, e .sxg) e os seguintes formatos de documentos de texto:

Microsoft Word 6.0/95/97/2000/XP/Mac) (.doc and .dot)

Microsoft Word 2003 XML (.xml)

Microsoft Word 2007/2010 XML (.docx, .docm, .dotx, .dotm)

Microsoft WinWord 5 (.doc)

WordPerfect Document (.wpd)

Microsoft Works (.wps)

Lotus WordPro (.lwp)

Abiword Document (.abw, .zabw)

ClarisWorks/Appleworks Document (.cwk)

MacWrite Document (.mw, .mcw)

Rich Text Format (.rtf)

Text CSV (.csv and .txt)

StarWriter formats (.sdw, .sgl, .vor)

DocBook (.xml)

Unified Office Format text (.uot, .uof)

Ichitaro 8/9/10/11 (.jtd and .jtt)

Hangul WP 97 (.hwp)

T602 Document (.602, .txt)

AportisDoc (Palm) (.pdb)

Pocket Word (.psw)

eBook (.pdb)

Apple Pages 4 (.pages)

HTML Document (.htm, .html)

… e muitos outros

 

A maioria destes tipos de arquivos são automaticamente detectados pelo LibreOffice, para que possam ser abertos sem explicitamente selecionar o tipo de documento no selecionador de arquivos.

Quando abrimos arquivos .htm ou .html (usados para páginas web), o LibreOffice personaliza o Writer para trabalhar com estes arquivos.

Abrir planilhas de cálculo

Além dos formatos OpenDocument (.ods, .ots e .fods), o Calc pode abrir formatos utilizados pelo OpenOffice 1.x (.sxc e .stc) e os seguintes formatos de planilhas:

Microsoft Excel 97/2000/XP (.xls, .xlw, e .xlt)
Microsoft Excel 4.x–5.0/95 (.xls, .xlw, e .xlt)
Microsoft Excel 2003 XML (.xml)
Microsoft Excel 2007/2010 XML (.xlsx, .xlsm, .xlts, .xltm)
Microsoft Excel 2007/2013 binário (.xlsb)
Lotus 1-2-3 (.wk1, .wks, e .123)
Formato Data Interchange (.dif)
Formato Rich Text (.rtf)
Texto CSV (.csv e .txt)
Formatos StarCalc (.sdc e .vor)
dBASE (.dbf)
SYLK (.slk)
Planilha Unified Office Format (.uos, .uof)
Documento HTML (arquivos .htm e .html, incluindo consulta de páginas Web)
Pocket Excel (pxl)
Quattro Pro 6.0 (.wb2)
Apple Numbers 2 (.numbers)
… e muitos outros

Abrir apresentações

Além dos formatos OpenDocument (.odp, .odg, .otp e fopd), o Impress pode abrir formatos utilizados pelo OpenOffice 1.x (.sxi e .sti) e os seguintes formatos de apresentação:

Microsoft PowerPoint 97/2000/XP (.ppt e .pot)
Microsoft PowerPoint 2007/2010 (.pptx, .pptm, .potx, .potm)
StarDraw e StarImpress (.sda, .sdd, .sdp, e .vor)
Apresentação Unified Office Format (.uop, .uof)
CGM – Computer Graphics Metafile (.cgm)
Formato Portable Document (.pdf)
Apple Keynote 5 (.key)
… e muitos outros

Abrir arquivos gráficos

Além dos formatos OpenDocument (.odg e .otg), o Draw pode abrir formatos utilizados pelo OpenOffice.org 1.x (.sxd e .std) e os seguintes formatos gráficos:

Adobe Photoshop (*.psd)
AutoCAD Interchange Format (*.dxf)
Corel Draw (*.cdr)
Corel Presentation Exchange (*.cmx)
Microsoft Publisher 98-2010 (*.pub)
Microsoft Visio 2000-2013 (*.vdx; *.vsd; *.vsdm; *.vsdx)
WordPerfect Graphics (*.wpg)

BMP

JPEG, JPG

PCX

PSD

SGV

WMF

DXF

MET

PGM

RAS

SVM

XBM

EMF

PBM

PLT

SDA

TGA

XPM

EPS

PCD

PNG

SDD

TIF, TIFF

 

GIF

PCT

PPM

SGF

VOR

 

Abrir arquivos de fórmulas

Além dos arquivos OpenDocument Fórmula (.odf), o Math pode abir formatos utilizados pelo OpenOffice.org 1.x (.sxm), StarMath, (.smf), e arquivos MathML (.mml).

Ao abrir um documento do Word que contém um objeto editor de equação incorporado, se a opção para ele (MathType para o LibreOffice Fórmula e vice-versa) está habilitada em Ferramentas > Opções > Carregar/Salvar > Microsoft Office, o objeto será convertido automaticamente para um objeto LibreOffice Math.

Formatos de arquivos que o LibreOffice pode salvar

Salvando em formato OpenDocument garante-se a interpretação correta do arquivo quando ele é transferido para outra pessoa, ou quando o arquivo é reaberto, com uma versão posterior do LibreOffice ou com outro programa. É altamente recomendado que você use OpenDocument como formato de arquivo padrão. Entretanto, você pode salvar arquivos em outros formatos, se desejar.

Dica

Quando compartilhar um documento que não espera, ou não quer que o destinatário modifique, a opção mais segura é converter o documento para PDF. O LibreOffice fornece um caminho muito simples para converter para PDF. Veja o Capítulo 10 - Imprimir, Exportar e Enviar por e-mail – deste guia. Note entretanto que o próprio LibreOffice pode editar arquivos PDF na forma de desenhos no Draw.

Salvar documentos de texto

Além dos formatos OpenDocument (.odt, .ott e fodt), o Writer pode salvar nestes formatos:

Microsoft Word 97–2003 (.doc)

Microsoft Word 2003 XML (.xml)

Microsoft Word 2007–2013 XML (.docx)

Office Open XML Text (.docx)

Rich Text Format (.rtf)

Text (.txt)

Text Encoded (.txt)

Unified Office Format text (.uot, .uof)

HTML Document (.html and .htm)

DocBook (.xml)

Filtro de suporte a criptografia interna do Microsoft Word 98/2000/XP permite proteger por senha documentos do Microsoft Word para ser salvo.

Nota

O formato .rtf é um formato comum para transferência de arquivos de texto entre aplicativos, mas provavelmente perceberá a perda da formatação e imagens. Por esta razão, outros formatos devem ser usados.

Salvar arquivos de planilhas de cálculo

Além dos formatos OpenDocument (.ods e .ots), o Calc pode salvar nestes formatos:

Microsoft Excel 97–2003 (.xls and .xlw)

Data Interchange Format (.dif)

Modelo Microsoft Excel 97–2003 (.xlt)

dBase (.dbf)

Microsoft Excel 2003 XML (.xml)

SYLK (.slk)

Microsoft Excel 2007–2013 XML (.xlsx)

Text CSV (.csv and .txt)

Office Open XML Spreadsheet (.xlsx)

Unified Office Format spreadsheet (.uos)

Documento HTML (Calc) (.html and .htm)

 

Salvar apresentações

Além dos formatos OpenDocument (.odp, .otp, .fodp, e .odg), o Impress pode salvar nestes formatos:

Microsoft PowerPoint 97–2003 (.ppt)
Modelo Microsoft PowerPoint 97–2003 (.pot)
Microsoft PowerPoint 97–2003 AutoPlay (.pps)
Microsoft PowerPoint 2007–2013 XML (.pptx, .potm)
Microsoft PowerPoint 2007–2013 XML AutoPlay (.ppsx)
Apresentação Office Open XML (.pptx, .potm, .ppsx)
Apresentação Unified Office Format (.uop)

O Impress também pode exportar para o MacroMedia Flash (.swf) e qualquer um dos formatos gráficos listados para Draw.

Salvar desenhos

O Draw apenas pode salvar em formato OpenDocument Desenho (.odg, .otg e .fodg).

No entanto, o Draw também pode exportar para BMP, EMF, EPS, GIF, JPEG, PNG, SVG, TIFF e WMF.

Nota

A exportação para Adobe [Macromedia] Flash (swf) foi removida do LibreOffice 7.0. O software Flash Player não é mais disponível desde dezembro de 2020.

Salvar documentos Writer/Web

O Writer/Web pode salvar nestes formatos:

Documento HTML (.html e .htm), como HTML 4.0 Transicional
Texto e Texto Codificado (LibreOffice Writer/Web) (.txt)

Exportar para outros formatos

Diferente do comando Salvar como, o LibreOffice usa o termo “exportar” para criar um arquivo com outro formato sem alterar o conteúdo e o formato do arquivo editado. Se não conseguir encontrar o tipo de arquivo desejado em Salvar como, procure em Exportar para tipos adicionais.

PDF é o formato de exportação conhecido desde o OpenOffice.org 1.5 e EPUB é um novo formato de exportação desde o LibreOffice 6.0. Consulte o Capítulo 10 - Imprimir, Exportar e Enviar por e-mail, para obter mais informações sobre como exportar para esses formatos.

O LibreOffice também pode exportar arquivos para HTML e XHTML. Além disso, Draw e Impress podem exportar para uma variedade de formatos de imagem.

Para exportar para um desses formatos, escolha Arquivo > Exportar. Na caixa de diálogo Exportar, especifique um nome de arquivo para o documento exportado, selecione o formato desejado na lista de formatos de arquivo e clique no botão Exportar ou Salvar conforme apropriado.

Sumário